sábado, 15 de junho de 2013

PLANO DE AULA


                          
   
                
                        Números Negativos
Objetivos Gerais
  • Introduzir o conceito de números inteiros negativos.  
  • Utilizar texto da História da Matemática para apresentação do conjunto dos Números Inteiros (positivos e negativos)

  • Identificar e compreender o uso dos números negativos em situações do cotidiano.
  • Solucionar situações problemas que envolvam números negativos, utilizando  diferentes estratégias de resolução.

Objetivos Específicos

  • Motivar os alunos para a pesquisa e desenvolvimento da autonomia para a construção do conceito de números negativos;
  • Incentivar a pesquisa na internet, jornais, revistas e outro meios que envolvam o que foi proposto;
  • Desenvolver as operações de adição e subtração com números inteiros e a resolução de situações problemas individualmente e em grupo;
  • Favorecer a interação, a cooperação e a tomada de decisão dos alunos.

Conteúdo
  • Números negativos (conceito).
  • Representação dos números negativos.
  • Adição e subtração com números negativos.

Ano: 7o ano (6a série)

Tempo Estimado: 10 aulas 

Justificativa: Conduzir o aluno a familiarização e identificação dos números negativos e do  seu uso no cotidiano.

Recursos
  • Data show para a apresentação do texto complementar;
  • Lousa, giz e canetão;
  • Computador, revistas, jornais;
  • Cartolina ou papel pardo, canetinha, régua;
  • Tesoura e varetas de pipas;
  • Livros didáticos ou apostilas.

Avaliação
  • Avaliar continuamente nas participações coletivas e individuais, nos debates e pesquisas propostos, nas montagens de trabalhos apresentados, nas atividades didáticas, nas participações dos jogos.

Recuperação
  • Exercícios de fixação.





Desenvolvimento e Procedimentos das Atividades






1ª e 2a aulas: Primeiramente o tema será abordado com um breve histórico sobre o surgimento dos números inteiros. Texto complementar “Números menores que zero”* que poderá  ser passado através do data show. Definição de conjunto dos números inteiros com o uso de exemplos do cotidiano.

Familiarização e discussão do uso de números negativos através de discussão em pequenos grupos com a seguinte situação:
1 - O que é saldo bancário?
2 - O que é saldo positivo e saldo negativo?
3 – O que é crédito? E débito?
4 - O que é um termômetro? Para que serve?
5 - Quais são as escalas mais utilizadas? Onde são utilizadas?
6 - O que é saldo de gols?


Com essas situações pretende-se que os alunos discutam e utilizem seus conhecimentos e suas experiências cotidianas. Fazer um levantamento prévio dos alunos sobre a utilização dos números negativos. Durante a discussão o professor circula e observa o modo que os alunos estão resolvendo. Após o professor abre a discussão, solicitando que cada grupo diga uma questão. O professor anotará as discussões e informações pertinentes no quadro.
3ª e 4a aulas: Com material já coletado previamente solicitado pelo professor na aula anterior (jornais revistas, panfletos pesquisa de internet), os alunos registrarão as informações através de colagens ou ilustrações organizadas em cartolinas ou papel pardo as seis questões de situações pesquisadas e discutidas.
Pretende-se com essa atividade a familiarização e uso dos números inteiros.

5ª e 6a aulas: Resolução de problemas individualmente  O professor irá propor situações-problema a serem resolvidas utilizando a representação dos números negativos.



 

Propor aos alunos que respondam quais outros esportes que podemos utilizar a mesma regra de contagem ou outros esportes que utilizam números negativos para penalizações. Fazer registros no quadro e dar alguns exemplos.






Propor aos alunos outros tipos de situações-problemas no quadro, para que observam e compreendam que há possibilidades de saldo negativos e positivos através das diferentes operações feitas com subtração ou adição de débito ou crédito.


7ª e 8a aulas: Adaptação do jogo Pega-varetas ou Uno
O professor confeccionará o jogo com os alunos, utilizando varetas de pipas, cortando todas do mesmo tamanho, para a pintura utilizará canetinhas.  Após distribuirá os jogos para os grupos, porém mudará os valores de cada vareta, por exemplo: amarelas valem -10 pontos, vermelhas valem -5, azuis valem 1, verdes valem 5 e o preto vale 10. O objetivo é somar as varetas que cada um retirar da mesa. Ganha quem obtiver o maior número positivo ou o menor número negativo. 
Uma opção é adaptar o jogo UNO dando valores para as cartas. Por exemplo, todas vermelhas e verdes representam números negativos e as demais core representam os números positivos. Ao final da rodada haverá um ganhador que conseguiu dispensar as cartas, porém os demais estarão com cartas nas mãos, fazer o registro de acordo com as cores que sobraram, montarão uma tabela e farão comparações com os outros grupos.

9ª e 10a aulas: Atividade prática dos livros didáticos e apostilas.

* Texto Complementar: “Números menores que zero”


O homem criava situações interessantes na contagem de seus objetos, animais e etc., ao levar seu rebanho para a pastagem ele relacionava uma pedra a cada animal, no momento em que ele recolhia os animais fazia a relação inversa para verificar a falta de algum animal. 
Mas o homem buscava algo mais concreto, que representasse de uma forma mais simples tais situações. O surgimento dos números naturais (0, 1, 2, 3, 4...) revolucionou o método de contagem, pois relacionava símbolos (números) a determinadas quantidades. 
Com o início do Renascimento surgiu a expansão comercial, que aumentou a circulação de dinheiro, obrigando os comerciantes a expressarem situações envolvendo lucros e prejuízos. A maneira que eles encontraram de resolver tais situações problemas consistia no uso dos símbolos + e –. Suponha que um comerciante tenha três sacas de arroz de 10 kg cada em seu armazém. Se ele vendesse 5 Kg de arroz, escreveria o número 5 acompanhado do sinal –; se ele comprasse 7 Kg de arroz, escreveria o numeral 7 acompanhado do sinal +. 
Utilizando essa nova simbologia, os Matemáticos da época desenvolveram técnicas operatórias capazes de expressar qualquer situação envolvendo números positivos e negativos. Surgia um novo conjunto numérico representado pela letra Z (significa: Zahlen: número em alemão), sendo formado pelos números positivos (Naturais) e seus respectivos opostos, podendo ser escrito da seguinte forma: Z = {...,-3, -2, -1, 0, 1, 2, 3, ...}   (Fonte: http://www.mundoeducacao.com.br/matematica/o-surgimento-dos-numeros-inteiros.htm)


(Postado pelo grupo 2 de Matemática, turma10 do Curso Melhor Gestão Melhor Ensino)




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário